Notícias

Como diferenciar a gripe do resfriado

10 Jul às 18h00 em Saúde

A gripe é uma infecção no sistema respiratório e pode progredir para uma pneumonia, caso não ocorra o tratamento correto – pode ser contraída várias vezes durante a vida. Normalmente, logo que adquirida apresenta febre alta (acima de 380, dura em torno de 3 dias), dores musculares, dores de cabeça e tosse seca. Para constatar-se deve ser direcionado para o tratamento de gripe ou virose. É necessário exame laboratorial, pois no inverno é comum estas doenças acometerem pessoas. Ainda podem ocorrer variações ou tipos de gripe provocados pelo vírus da Influenza: H1N1 ou Suína, H3N2.

O resfriado é definido como uma infecção viral que atinge as vias respiratórias, causando depois de 3 a 4 dias de exposição coriza, cansaço, tosse, irritação na garganta, dores no corpo, espirros, febre baixa de curta duração acompanhada de calafrios (duração no máximo de 3 dias, com pico de 390). A melhor forma de evitar o resfriado é a prevenção, lavar com frequência mãos, cobrir a boca e nariz durante a tosse ou espirro, evitar contato direto com pessoas resfriadas e locais com grande concentração de pessoas – para seu tratamento é indicado o uso de analgésicos e antitérmicos.

Como pode ser visto ambas doenças apresentam muitos sintomas comuns, além de ocorrerem com frequência no inverno. Esta dificuldade de identificação aliada com o mal uso de medicações podem agravar ainda mais a situação do doente, sendo obrigatório um diagnóstico médico para o devido prognóstico.

Área de Conhecimento

Novidades em primeira mão

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das últimas notícias!