Seu(s) Investimento(s)
0 ITEMS - R$ 0,00
Nenhum Curso selecionado!

Doença da urina preta

Especialistas ainda não conseguem identificar se é um caso endêmico, trata-se de bactéria ou infecção ou vírus mas a realidade é que os efeitos causados pelo mal podem levar a riscos de morte. Ente os sintomas básicos estão dores musculares fortes no corpo, urina preta com uma cor Coca-cola e insuficiência renal.

Segundo entrevista publicada no G1, dia 12 de janeiro por Carolina Dantas, o clinico geral Carlos Eduardo Pompílio definiu a doença como “uma lesão muscular aguda, então a quantidade de mioglobina que esta dentro do músculo acaba saindo e vai para a urina. Ela acaba dando essa cor de Coca-cola. Esse pigmento também tem uma ação nefrotóxica (tóxica para os rins)... como se individuo tivesse feito uma marotana em poucos segundos ”.

Só na capital baiana ocorreram 50 casos e o único registro de morte ocorreu em Vera Cruz até o momento. Infectologistas comparam a doença a casos antigos ocorridos na Amazônia, Europa e Estados Unidos onde casos semelhantes apresentaram os mesmos sintomas, nos períodos de 1934 e 1984. Porém as amostras das pessoas acometidas pela doença da urina preta no Nordeste, ainda estão em análise por infectologistas no Brasil e Estados Unidos.

A priori o tratamento indicado para o problema de saúde é hidratação e analgésicos, sendo que os médicos não indicam anti-inflamatórios na prescrição pois sobrecarregam os rins, agravando o quadro clínico.

(Assessoria de Comunicação)

Central de Ajuda

  • Email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Central de Atendimento(71) 3444-6030
    mapa polos portalf

Polo de apoio presencial mais próximo de você

Top